LOGIN

Login

Memorizar

       
NEWSLETTER AIM & CTA

Newsletter AIM & CTA

Subscreva-se para ter acesso a Newsletter AIM & CTA.
A+ R A-

Tornar-se membro

  • Visitas: 9234

Como Tornar-se Membro da CTA

Fundadores: que assinaram a Acta da Assembleia Geral constitutiva da Confederação ou a que a ela aderiram nos 30 dias seguintes;

Efectivos: que tenham aceite os Estatutos da Confederação e, simultaneamente, tenham sido admitidos para Membros da CTA;

Honorários: que tenham prestado relevantes serviços ao desenvolvimento da cultura do associativismo e da actividade empresarial nacional, tendo-se, simultaneamente, distinguido por serviços excepcionais prestados à CTA.

Para se inscrever como membros Efectivos, as associações, uniões, federações devem:

  • Representar interesses económicos empresariais;
  • Aceitar os Estatutos;
  • Possuir Estatutos que sejam compatíveis com os Estatutos da CTA;
  • Comprometer-se a pagar a jóia, as quotas mensais e a cumprir com os deveres estabelecidos nos Estatutos.O pedido de admissão das associações é dirigido para o Conselho Directivo da CTA e deverá ser acompanhado dos seus estatutos e eventuais regulamentos, bem como de uma relação das empresas associadas.

O pedido de admissão das federações e uniões deve ser acompanhado de um exemplar dos seus estatutos e respectivos regulamentos, do regime de quotização, de um exemplar dos últimos relatórios de actividades e contas bem como de uma relação das associações filiadas. Presentemente, no acto de admissão, os membros devem pagar a jóia, no valor de 20 000 MT (vinte mil meticais) e uma quota mensal, no valor de 500 MT (quinhentos meticais).

formulario Membros CTA

Clique aqui para baixar o formulário (PDF, 26 KB).

 

Quem pode ser Membro da CTA?

Podem se tornar membros da CTA, as Federações Sectoriais, Câmaras de Comércio e Associações Económicas formalmente estabelecidas.

Como se tornar membro da CTA ?

Para se inscrever e tornar-se membro efectivo da CTA, as Federações Sectoriais, Câmaras de Comércio e Associações Económicas deverão:

• Escrever uma carta dirigida ao Presidente da CTA solicitando a sua filiação indicando o sector económico a que representa;
• Aceitar os Estatutos da CTA; 
• Submeter Estatutos que sejam compatíveis com os Estatutos da CTA;
• Comprometer-se no pagamento da jóia e das quotas mensais e cumprir com os deveres estatutários da CTA.

 

Existem Três Categorias de Membros

Fundadores: que assinaram a Acta da Assembleia Geral constitutiva da Confederação ou a que a ela aderiram nos 30 dias seguintes;

Efectivos: que tenham aceite os Estatutos da Confederação e, simultaneamente, tenham sido admitidos para Membros da CTA;

Honorários: que tenham prestado relevantes serviços ao desenvolvimento da cultura do associativismo e da actividade empresarial nacional, tendo-se, simultaneamente, distinguido por serviços excepcionais prestados à CTA.

Para se inscrever como membros Efectivos, as associações, uniões, federações devem:

  • Representar interesses económicos empresariais;
  • Aceitar os Estatutos;
  • Possuir Estatutos que sejam compatíveis com os Estatutos da CTA;
  • Comprometer-se a pagar a jóia, as quotas mensais e a cumprir com os deveres estabelecidos nos Estatutos.

Associação

O pedido de admissão das associações é dirigido para o Conselho Directivo da CTA e deverá ser acompanhado dos seus estatutos e eventuais regulamentos, bem como de uma relação das empresas associadas.

Federação e União

O pedido de admissão das federações e uniões deve ser acompanhado de um exemplar dos seus estatutos e respectivos regulamentos, do regime de quotização, de um exemplar dos últimos relatórios de actividades e contas bem como de uma relação das associações filiadas. Presentemente, no acto de admissão, os membros devem pagar a jóia, no valor de 20 000 MT (vinte mil meticais) e uma quota mensal, no valor de 500 MT (quinhentos meticais).

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn